Sobre SAÚDE e EDUCAÇÃO SEXUAL em meio escolar...


Segundo a Organização Mundial de Saúde (O.M.S.), SAÚDE é o estado de completo bem-estar físico, mental, afectivo e social, e a abordagem da SEXUALIDADE ou da EDUCAÇÃO SEXUAL em meio escolar passa por falarmos do corpo e das diversas formas de nos expressarmos, de sentimentos, de emoções, de afectos, de identidade sexual e papéis de género, de relações interpessoais, para além da saúde e em particular da saúde sexual e reprodutiva, consiste na abordagem do ato de Viver!


Alunos dos 6º, 8º e 9º anos no fim de semana de 6 e 7 de julho na Praia de Mira






No fim de semana de 6 e 7 de julho, um grupo de alunos dos 6º, 8º e 9º anos acompanhados das professoras Elvira Lopes, Fernanda Ferreira, Marília Oliveira e do professor Miguel Branco fizeram uma viagem à bonita Praia de Mira.
Apesar de terem sido apenas 2 dias, fizemos muita coisa.
Chegados ao destino, logo fomos à magnífica praia de um enorme areal branco. Uma correria louca, uns mergulhos fantásticos e um bocado de sol no “canastro”, com as devidas precauções, é claro, que a malta é responsável. Depois do almoço andámos de gaivota, que experiência incrível! À tarde demos um saltinho à piscina…
À noite… jantar, lavar os dentes, cama?! Não!... Optámos por ir jantar fora e a seguir à “janta”, quais ases do volante fomos saborear a adrenalina de uns carrinhos de choque. Sempre a abrir, mas sempre na mão e a cumprir as regras de trânsito (quase sempre…).
Dormir, dormir foi na pousada da Sagrada Família onde fomos muito bem recebidos.
Foi um fim de semana repleto de diversão e convívio, que tão cedo não iremos esquecer! 

Carolina Domingues, 8.ºB

Brevemente mais fotografias aqui!

Palestra sobre "Prevenção da violência e das aproximações abusivas"

Decorreu no início deste mês a palestra- debate sobre prevenção da violência e aproximações abusivas, apresentada pela Psicóloga Liliana Ferreira, à turma D, do sétimo ano. Esta ação decorreu no âmbito da Educação para a Cidadania em articulação com o Projeto de Educação para Saúde e Educação Sexual. Foram abordados e debatidos: o conceito de violência. A violência pode acontecer a todos. Segundo a Organização Mundial de Saúde “é um comportamento que causa dano a outra pessoa, ou ser vivo, ou objeto”; os vários tipos de violência( física, verbal, psicológica, sexual, doméstica, bullying, violência no namoro…) e vários contextos em que a mesma ocorre ( familiar, negligência, ….); consequ~encias ( afastamento dos colegas, baixa auto-confiança e baixa auto-estima, tristeza, depressão, ansiedade, abandono escolar, lesões físicas e psicológicas….); o que fazer (a solução é falar com um adulto, linhas de apoio – APAV e SOS criança…). A sessão terminou com a visualização do vídeo da APAV “ corta com a violência” 

“ QUEM NÂO TE RESPEITA, NÃO TE MERECE!” 

Madalena Ferreira 

FOTOS TIRADAS NA ESCOLA N.º 2 DE AVELAR AOS ALUNOS DO 7ºD
 

 




Esta foi a última de diversas palestras sobre este tema no nosso agrupamento, que começou com as turmas do 6º ano da Escola n.º 2 de Avelar, sendo que em maio as mesmas tiveram lugar nas e com as turmas do 8.º ano ds Escola BS Dr. Pascoal José de Mello, em Ansião. 

Os alunos foram em geral muito participativos e a avliação que fizeram por escrito, através de questionários, foi mais uma vez muito positiva.

Ficam aqui videos da APAV:
 
video 



======================================================



Projeto S.O.B.E. em articulação com o P.E.S.-E.S. no Agrupamento de Escolas de Ansião



Foram distribuídos por todos os alunos do agrupamento - do pré-escolar, do 1º ciclo, do 2º ciclo e do 3º ciclo - ,um kit/aluno cedido pelo Projeto S.O.B.E. a que o mesmo se candidatou, num total de 1200 unidades. 
 
A entrega dos kits foi acompanhada por uma pequena formação teórico-prática seguida de perguntas e respostas, em cada grupo-turma, dinamizadas pela equipa da B.E. e/ou pela equipa do P.E.S.-E.S.. Com os alunos do Ensino Estruturado foi feita uma abordagem prática e personalizada, seguida da visualização do filme que faz parte dos materiais cedidos pelo Projeto S.O.B.E. e da leitura de histórias, que teve toda a colaboração e acompanhamento das professores e auxilares que trabalham diariamente com este grupo de alunos. Os alunos aderiram com muito entusiasmo ao projeto.
 
Nas diversas bibliotecas escolares do agrupamento estão disponíveis diversos materiais que fazem parte do projeto, que podem e devem ser utilizados nas aulas pelos docentes, na aboradagem desta temática sobre a Saúde e Higiene Oral, com os alunos.
 
A altura da distribuição dos kits e da aboradgem teórico-prática  sobre este tema no âmbito do Projeto S.O.B.E. foi muito oportuna, uma vez que decorreu durante o rastreio de estomatologia e ontodontia feito a toda a comunidade escolar, em articulação e com a colaboração da Clínica Médicis Dental de Ansião, cuja notícia e resultados do rastreio também fazem parte deste blog. 
 









===============================================================
 
 

Prémio Saúde e Multiculturalidade, da Universidade Católica, Instituto de Ciências da Saúde

EXCELENTE NOTICIA! Mais uma para a nossa escola!

Uma das 2 equipas desta escola que concorreu ao PRÉMIO da Universidade Católica, para alunos do ensino secundário, "SAÚDE E MULTICULTURALIDADE", faz parte das 26 equipas finalistas das 200 equipas, das 120 escolas de todo o país que concorreram!

PARABÉNS À INÊS TERCEIRO E À ANA MARGARIDA SILVA, que concorreram com o ensaio "China versus Portugal"

Este facto deve ser publicitado, porque não é um concurso aberto por uma qualquer universidade, é um concurso de uma das melhores universidades portuguesas privadas com prestígio nacional e internacional, um concurso muito bem estruturado, com um júri de renome e criterioso, com prémios muitíssimos bons para os 3 primeiros lugares.

Esta candidatura é muito mais do que o preenchimento de um teste que implica apenas ter conhecimentos, é um concurso a um prémio que implica mobilização e aplicação de conhecimentos, iniciativa, curiosidade científica, saber comunicar com rigor e prova de um verdadeiro espírito empreendedor! Mais interessante ser atribuído a alunos acabados de sair do ensino básico!...

Este prémio não esteve no âmbito de nenhuma área disciplinar, mas para concorrer teve de reunir as competências até agora adquiridas em todas as áreas do conhecimento e o empenho das alunas envolvidas.

Passa-se a citar o texto do mail que nos foi enviado pela organização:

"O trabalho dos nossos júris não foi fácil e, reunidas as avaliações, as notas atribuídas foram tão próximas que temos 26 trabalhos finalistas! Estes 26 ensaios estão agora a ser avaliados por um júri restrito que, no próximo dia 23, se reunirá para decidir quem serão os 3 trabalhos vencedores.

Sendo finalistas ou não, todas as equipas, professores, alunos e demais interessados poderão participar na Cerimónia, sendo que esta contará com intervenções de grande relevo sobre a temática, dirigidas a este jovem público, por parte do Diretor-Geral da DGE, Dr. Fernando Egídio Reis, do Dr. Francisco George, Diretor Geral da Direção Geral da Saúde e da Dra.Rosário Farmhouse, Alta Comissária para a Imigração e Diálogo Intercultural, parceiros desta iniciativa.

Uma vez mais agradecemos o grande empenho que todos demonstraram nos trabalhos apresentados."

Também estão de parabéns a outra equipa que concorreu da nossa escola, da MARIANA LOPES E IVONE SILVA, com o trabalho sobre a saúde em Cabo Verde e Portugal, mesmo não estando na lista dos finalistas, estava muito bom e foi muito gratificante o trabalho feito.

Mais informações podem consultar através do link seguinte:

http://www.ics.lisboa.ucp.pt/site/custom/template/ucptpl_fac.asp?SSPAGEID=934&lang=1&artigoID=483



Na cerimónia de entrega dos 3 primeiros prémios:

TODAS AS FOTOS DA CERIMÓNIA PODEM SER VISUALIZADAS EM:

http://www.ics.lisboa.ucp.pt/site/resources/album/ICS_AF20130502/index.html













Texto redigido por
Inês Terceiro e Ana Margarida Silva,
alunas da turma B do 10º ano,
da Escola BS Dr. Pascoal José de Mello
do Agrupamento de Escolas de Ansião




“A curiosidade é um dos pontos de partida para a descoberta, inovação e interesse. E, basicamente, quando nos informaram deste concurso, a primeira reação foi de entusiasmo, não só pelos fantásticos prémios, como também, pela experiência, e receio de não estarmos à altura deste desafio, mas, fomos em frente com este trabalho, e não desistimos.

Para começar, o tema era "Saúde e Multiculturalidade" e por isso, tivemos de escolher um país, em que o objectivo fosse comparar o sistema de saúde desse país, neste caso, a China, como o sistema de saúde português Realizámos o trabalho com os tópicos pedidos e enviamos para a Universidade Católica Portuguesa, que foi quem esteve por traz de todo este concurso.

Nos dias seguintes, fomos informados pela Universidade que a cerimónia de entrega dos prémios teria lugar em Lisboa, ou no Porto (por video-conferência). No entanto, só no dia seguinte foram enviadas as listas dos finalistas e, quando vimos nem queríamos acreditar que o nosso ensaio constava mesmo naquela lista!

Depois, foi só organizar as coisas para que no dia 24, lá estivéssemos presentes na cerimónia, em Lisboa. Podemos contar com a companhia da nossa professora supervisora, Maria de Fátima Rosa Lopes, aliás, não só neste dia, como em todo o processo de realização deste trabalho, dando sempre sugestões, opiniões que contaram e muito! Na quarta-feira, estávamos nós, em Lisboa, ansiosas, claro, mas com o orgulho de já sermos vencedoras, só por estarmos nas finais.

No auditório, onde toda a cerimónia se realizou, estavam presentes o Diretor-Geral da DGE, Dr. Fernando Egídio Reis, do Dr. Francisco George, Diretor Geral da Direção Geral da Saúde e da Dra. Rosário Farmhouse, Alta Comissária para a Imigração e Diálogo Intercultural, parceiros desta iniciativa. Pouco depois, era, então o momento mais esperado...e apesar de não termos ficado nos três primeiros lugares, e tal como disseram, foi uma honra estarmos ali presentes, pois isso demonstrava um enorme empenho e interesse da nossa parte, em querermos descobrir mais e melhor.

Para finalizar, e não podia deixar de ser, queremos agradecer e dizer um Muito Obrigado, a todos aqueles que nos apoiaram neste iniciativa, e principalmente, à nossa professora que nos deu a conhecer esta grande experiência de como tudo funciona neste tipo de trabalho, bem como todo o rigor que exige, e que colaborou connosco a 100%. E tudo isto, para que no final, nós, podéssemos exclamar com toda a certeza que este trabalho valeu mesmo a pena, e com a expetativa de para o ano se voltar a repetir.”
 


MFátimaRLopes (professora e coordenadora do PESES)
 


===========================================

Sessão de sensibilização sobre os benefícios e perigos da utilização da Internet, para alunos de 5º ano (5ºB)!


A aula de Educação para a Cidadania dos alunos da turma B do 5º ano foi hoje diferente e falou-se dos benefícios e dos perigos da Internet.

Os alunos mostraram-se muito interessados e participativos, mantiveram um comportamento exemplar ao longo dos 90 minutos da sessão de sensibilização.

A pedido da professora da disciplina e diretora de turma, no âmbito da Formação Cívica destes alunos e do Projeto de Educação para a Saúde e Educação Sexual (PESES), a docente de TIC, professora Elsa Nunes, orientou uma conversa (durante as aulas de EC e de EF, dispensada pelo professor Mário Miguel) sobre a web: redes sociais, email, direitos de autor e pesquisas, com utilização desta ferramenta.

Os conteúdos abordados tiveram por base o  site SeguraNet:



em       www.seguranet.pt

que recomendou a todos os alunos que explorassem e consultassem com frequência.

Recomendou que sempre que uma informação entra na net nunca mais sai, pelo que se deve pensar muito bem antes de publicar qualquer coisa; falou sobre o cyberbullying; alertou que não há perfis totalmente seguros em nenhuma rede social, porque a pirataria é uma realidade; informou que há programas que se instalam silenciosa e clandestinamente mente nos nossos computadores que nos roubam informações neles contidas, como palavras-passe que guardamos; explicou o que é plágio e como se pode fazer plágio e, ainda, a importância dos direitos de autor e como os devemos respeitar.

MFátimaLopes

================================================================


















Suporte Básico de Vida para docentes do 1º ciclo do ensino básico





No dia dez de abril teve lugar na escola EB23 Dr. Pascoal José de Mello, do Agrupamento de Escolas de Ansião, mais uma sessão sobre Suporte Básico de Vida (SBV) orientada por um aluno finalista de enfermagem da Escola Superior de Enfermagem de Coimbra e bombeiro nos Bombeiros Voluntários de Ansião, ex-aluno da nossa escola, o André Teodósio, desta vez para os docentes do 1º ciclo do ensino básico do agrupamento, de acordo com o Plano Anual de Atividades (PAA) e no âmbito do Projeto de Educação para a Saúde e Educação Sexual (PESES). 

Na ação foram abordados, numa vertente teórica e numa prática: 


  • ·         os conceitos de Suporte Básico de Vida,
  • ·         a importância de todas as pessoas terem noções mínimas de SBV,
  • ·         o funcionamento do número 112,
  • ·         os elos da cadeia de sobrevivência,
  • ·         o algoritmo do Suporte Básico de Vida,
  • ·         a permeabilização da via aérea,
  • ·         a avaliação das condições de segurança da vítima e do reanimador,
  • ·         a abordagem da vítima,
  • ·         a avaliação da ventilação (VOS- Ver, Ouvir, Sentir),
  • ·         a posição lateral de segurança (PLS),
  • ·         a manobra de Heimlich.



Os formandos também assistiram a um vídeo baseado numa história verídica que aborda uma situação de paragem cardiorrespiratória em que a vítima fica inconsciente. 


Importante reter que na cadeia de sobrevivência todos os elos são vitais e igualmente importantes!

Equipa PESES (Madalena Ferreira e Fátima Lopes)